ALTERNATIVA REGGAE

Aviso: Todo conteúdo deste blog foi retirado da Internet, eu apenas publico os links. O ALTERNATIVA REGGAE não se responsabiliza, em hipótese alguma, pelo mau uso deste conteúdo. Ao baixar qualquer tipo de conteúdo do ALTERNATIVA REGGAE, você automaticamente concorda que: 1- Deletará o conteúdo imediatamente após executado. 2- Jamais armazenará qualquer ítem baixado no ALTERNATIVA REGGAE, em CDs / DVDs virgens, seja para comercialização ou até mesmo para armazenamento. A gravação deste conteúdo implica em prejuízo direto para os seus criadores. 3- Você tem ciencia que todos os conteudos são copiados de outros blogs e que caso queiram buscar ajudas sobre links procure nas fontes que estão grifadas com os links dos autores das postagens.

TRYO dezembro 21, 2008

Filed under: ACOUSTIC REGGAE,EARLY REGGAE,ROOTS REGGAE,SMOOTH REGGAE — charleslima @ 5:27 am

tryo

Banda parisiense composta por Guizmo (vocais, violão), Christophe Mali (vocais, violão, teclados, sanfona), Manu Eveno (vocais, violão, guitarra, tablas) e Daniel “Danielito” Bravo (percussões). O som do Tryo é um reggae acústico com toques de rock, jazz e chanson française. As letras do grupo tem uma temática política de protesto constantemente atenuadas por uma dose de humor e ironia. A banda faz bastante sucesso na França e no Quebec, no Canadá, tendo vendido mais de 900.000 discos.

CE QUE L’ON SÈME(2008)

tryo-pochette-album

DOWNLOAD

Anúncios
 

SOULJAH

Filed under: ACOUSTIC REGGAE,EARLY REGGAE,ROOTS REGGAE,SKA,SMOOTH REGGAE,SURF MUSIC — charleslima @ 5:12 am

souljah

Banda da Indonésia com som super cool,

tranquilo, com vocais femininos de arrasar,

é só sentar e curtir….

BREAKING THE ROOTS(2005)

beraking

DOWNLOAD

BERSAMAMU(2006)

souljah-bersamamu1

DOWNLOAD

SENHA: souljah@IndoMp3z.org

 

CHARLES LIMA dezembro 12, 2008

13 charles-lima-8

Charles Lima(Charles Chapplin Lima Figueira) é natural de Montes Claros/MG, músico, compositor e produtor de reggae, com diversas influências da música brasileira e mundial. Lançou seu primeiro cd de reggae, LEGALIZE POR AÍ, no ano de 2008. O estilo é reggae raíz trazendo no som paz, positividade, amor, harmonia e cultura rastafári sem esquecer a crítica social.

LEGALIZE POR (2008)

capa-cd

DOWNLOAD

MAIS DE CHARLES LIMA EM

http://palcomp3.cifraclub.terra.com.br/charleslima/

http://charleslimareggae.blogspot.com/

http://tramavirtual.uol.com.br/artista.jsp?id=83593

 

PONTO DE EQUILÍBRIO

Filed under: ACOUSTIC REGGAE,EARLY REGGAE,ROCKSTEADY,ROOTS REGGAE — charleslima @ 9:14 am

p

Surgida em dezembro de 1999, em Vila Isabel, subúrbio carioca, reúne músicos que cresceram na mesma vizinhança, uma verdadeira família que viu no reggae raiz o caminho da realização de seus ideais. Apesar das dificuldades geradas por um mercado onde falta originalidade e sobram modismos passageiros, a banda se mantém firme desde o começo, apresentando seu autêntico reggae rastafari. Os fãs do gênero, carentes de uma representação nacional mais consistente, foram logo cativados pela forte energia que contagia a todos, sem distinção de idade, classe ou credo, e que se tornou a marca registrada de seus shows. Sempre acompanhando o “Ponto”, a galera de Vila Isabel e arredores incentivou a banda a crescer e formar, em conjunto com pessoas de vários outros lugares, um público fiel.
Com seis meses, gravou seu primeiro CD Demo, que continha as músicas “Lágrimas de Jah”, “Árvore do Reggae”, “Rastafará”, (seus primeiros sucessos) além de “Odisséia na Babilônia” e uma versão própria de “Soul Rebel” de Bob Marley. Logo o público já cantava as músicas nos shows, e, apesar de totalmente independente, o CD chegou a ser vendido até mesmo no exterior, divulgando bastante o nome e o som da banda. Desde o início, a sonoridade incomum do grupo vêm chamando atenção. Todos se impressionam com a forte levada que, em conjunto com tocantes melodias e o suingue da percussão, faz com que ninguém consiga ficar parado. As letras (todas em português) são claras e de fácil assimilação, algumas em denúncia às desigualdades e injustiças do sistema capitalista, outras passando a real mensagem do rastafarianismo.
Vários palcos já fazem parte dessa história, como: Teatro de Lona, Fundição Progresso, Circo Voador, Clube Malagueta, Mourisco, Cantareira; e outros fora do Rio, como o já clássico reggae no Jamaica (Sana-RJ) e em estados como o Espírito Santo, Goiás e São Paulo. Com a grande aceitação das músicas pela massa regueira, o terceiro Cd Demo (novembro/2001) começou a ser vendido nas apresentações da banda e em lojas especializadas. O disco possui 10 músicas (todas de autoria própria) e, demonstrando a força do grupo, já vendeu mais de 1000 cópias em menos de um ano.
Recentemente, o grupo participou do “Tributo a Peter Tosh” , grande evento que reuniu cerca de 5.000 pessoas no clube Nacional, em São Paulo. Vários ícones do reggae nacional estavam presentes, como Tribo de Jah, Mystical Roots, Jah Live, Leões de Israel, Salvação e a galera vibrou muito ao som do “Ponto”. As músicas “Árvore do Reggae”, “Aonde Vai Chegar” e “Só Quero O Que É Meu” foram cantadas pelo público paulista, que mostrou que já conhece bem o som da banda. Para finalizar com chave de ouro, o “Ponto” fez uma participação no show da “Tribo de Jah” , cantando sua versão do clássico “Soul Rebel” de Bob Marley, para delírio total da galera! Acompanhando o crescimento do Reggae Raiz enquanto movimento musical, o Ponto de Equilíbrio se encontra em posição de destaque por sua forma de lutar pelo que acredita, estando apto a seguir seu caminho fazendo o que mais gosta: sacudir as estruturas do sistema e expandir o amor e a união entre os povos pelos 4 cantos do mundo…

REGGAE A VIDA COM AMOR

images5b105d1

DOWNLOAD

ABRE A JANELA

capacdpontonovo07

DOWNLOAD

 

CHARLES LIMA dezembro 9, 2008

13

Charles Lima(Charles Chapplin Lima Figueira) é natural de Montes Claros/MG, músico, compositor e produtor de reggae, com diversas influências da música brasileira e mundial. Lançou seu primeiro cd de reggae, LEGALIZE POR AÍ, no ano de 2008. O estilo é reggae raíz trazendo no som paz, positividade, amor, harmonia e cultura rastafári sem esquecer a crítica social.

LEGALIZE POR (2008)

capa-cd

DOWNLOAD

MAIS DE CHARLES LIMA EM

http://palcomp3.cifraclub.terra.com.br/charleslima/

http://charleslimareggae.blogspot.com/

http://tramavirtual.uol.com.br/artista.jsp?id=83593

 

MEGA POST TROJAN

trojan tro tro-2

Desde a sua criação oficial em 1968, a Trojan Records tem sido a montra por excelência do som jamaicano. A editora já passou por vários mãos, mudou ao longo do tempo o seu modelo de negócio, mas mantém-se há quatro décadas como um farol do reggae. Na realidade, a sua história começa um pouco antes, no Verão de 67, quando a Island Records criou uma plataforma para editar os trabalhos de Duke Reid (na foto). De resto, é a ele que a etiqueta deve o nome: o músico transportava o seu “sound system” pelo país em camiões Leyland Trojan, que chegavam a pesar sete toneladas.

Primeiro centrada no rocksteady e nas primeiras manifestações reggae, a editora viria depois a abraçar as linguagens mais modernas do jungle e do dancehall. Foi com a Trojan que se ouviu pela primeira vez Bob Marley e os seus Wailers com boa qualidade, mas também John Holt, Ken Boothe e Dennis Brown. O filão de gravações que entretanto se ia formando levou à criação de várias editoras subsidiárias: por exemplo, a Upsetter, que lançava sobretudo material de Lee Perry, e a Amalgamated, que trabalhava essencialmente com Joe Gibbs.

Em 1969, a revisão de ‘Red Red Wine’ de Neil Diamond por Tony Tribe valeu à Trojan o primeiro verdadeiro sucesso comercial. As entradas para as tabelas de vendas, principalmente no Reino Unido, sucederam-se ao longo da década de 70. A dupla Dave (Barker) e Ansel Collins foi responsável pelo primeiro número um britânico, na Primavera de 1971, com ‘Double Barrel’. À boleia da Trojan, a Jamaica começava assim a exportar nomes então obscuros como Gregory Isaacs e U Roy.

Com o reggae a pular a cerca para o mainstream, a editora tornava as suas produções mais profissionais enquanto perdia as bases mais devotas dos primeiros anos. Em 72, a Trojan desligava-se em definitivo da Island, que começou a concentrar-se na promoção de músicos estabelecidos em solo britânico. Entretanto, na Jamaica, as transformações sociais reflectiam-se na música. O reggae aprofunda a sua consciência política e começa a assumir traços mais desafiantes, com as inovadoras técnicas de King Tubby e o nascimento do dub.

Três anos depois, a etiqueta é vendida à Saga Records e promove gente como Sugar Minott, Prince Far I e Scientist. Uma década mais tarde, a Trojan Records iniciou um extenso projecto de reedições de gravações clássicas, uma vocação que mantém nos dias de hoje. Para ler mais sobre a história e as principais figuras da editora, aconselha-se uma visita a www.trojan-records.com.

SKINHEAD REGGAE

skinheadreggae

DISCO 1

DOWNLOAD LINK 1

DOWNLOAD LINK 2

DISCO 2

DOWNLOAD LINK 1

DOWNLOAD LINK 2

DISCO 3

DOWNLOAD

DOWNLOAD TORRENT

REGGAE CHILL-OUT

chil-out

DOWNLOAD TORRENT

REGGAE SISTERS

sisters1

DOWNLOAD TORRENT

CREOLE REGGAE

creole

DOWNLOAD TORRENT

SUNSHINE REGGAE

sunshine

DOWNLOAD LINK 1

DOWNLOAD LINK 2

DOWNLOAD LINK 3

CLUB REGGAE

club

DOWNLOAD TORRENT

REGGAE BROTHERS

bro

DOWNLOAD TORRENT

SOULFUL REGGAE

souful

DOWNLOAD TORRENT

DUB

kalgbaabe

DOWNLOAD TORRENT

MOD REGGAE

mod

DOWNLOAD TORRENT

REVIVE

revivew

DOWNLOAD TORRENT

 

COREY HARRIS

Filed under: ACOUSTIC REGGAE,blues,EARLY REGGAE,ROOTS REGGAE,SMOOTH REGGAE,soul — charleslima @ 8:03 pm

corey

Blues, reggae e outras inspirações….

DAILY BREAD(2005)

corey-harris-daily-bread

Na minha opinião seu melhor disco, suave, só apertar o play…

DOWNLOAD

ZION CROSSROADS(2007)

zion-crossroads

Outro bom disco onde o reggae é mais explorado…

DOWNLOAD